Páginas

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

És vida ao amanhecer...

Madrugada insone
Abraço apertado o travesseiro
Na ânsia de abraçar você
Reviro-me na cama, angustiada
E nada...
Nada me faz te esquecer...
O calor me envolve o corpo
Mas minha alma está gelada
Dominada pelo vazio angustiante
De te esperar e te querer...
Solidão que me domina a alma
Querendo logo o raiar do dia
Louca, ávida de desejo
Quem sabe te traga o alvorecer?
Onde estarás neste momento?
Que fazes longe de mim?
Indagações do meu pensamento
As quais não consigo responder.
O que representas para mim?
O ar, o mar, a luz, o perfume
Mesmo distante dos olhos
És meu Sol...
Minha vida ao amanhecer.
(Anna Lúcia)

17 comentários:

Flor da Vida disse...

Anna, minha amiga, sensíveis e profundos versos! A saudade, a solidão, fére o corpo e a alma, deixa essa dor dilacerante que nos maltrata sem alívio... Linda poetisa, belo e tocante o teu poema! Deixo carinhos pra ti... Bjsss

AC disse...

Por aqui a poesia é sempre bela!

beijo :)

Olhos de Mel disse...

Querida Anna; obrigada pela visita e pelo carinho! Seu espaço também é lindo e bem interessante.
Adorei o post e entendo bem o que sente nessas horas, até porque já senti muitas vezes. São perguntas que nos fazemos e nem sempre encontramos a resposta.
Bom fim de semana! Beijos

Pena disse...

Lindíssima Poetiza Amiga:
"...Quem sabe te traga o alvorecer?
Onde estarás neste momento?
Que fazes longe de mim?
Indagações do meu pensamento
As quais não consigo responder.
O que representas para mim?
O ar, o mar, a luz, o perfume
Mesmo distante dos olhos
És meu Sol...
Minha vida ao amanhecer..."

Um doce e belíssimo poema sublime de amor.
Perfeito. Exímio na musicalidade maravilhosa. Terna.
Parabéns sinceros. Adorei.
É majestosa e repleta de encanto e ternura.
Bem-Haja, pela amabilidade no meu blogue. Fantástica.
Abraço amigo de respeito, estima e consideração.
É quase Natal.
Sempre a admirá-la


pena

Genial.
Admirável.
Possui um bom gosto notável, sabia?

Machado de Carlos disse...

Belíssimo poema! Às vezes a solidão é importante e nos ensina muito. Através dela – da solidão, adquirimos mais energia para encontrar uma Luz que chegará, mansamente. Então é a vez da normalidade chegar.
Obrigado pela sua grande companhia, uma companhia muito importante para mim!
Um Grande Abraço!
Beijos!...

Bandys disse...

Um lindo poema embora triste.
Ah poetisa se é o seu sol e o seu amanhecer há esperança.

E nesse imenso viveiro do amor nascem tenros rebentos de esperança, e os brotos crescem alimentados pela paixão.

Um beijo enorme no seu ♥

Everson Russo disse...

Delicisosos versos,,,que esse amanhecer seja sempre de amor,,,de luz e vida...beijos de lindo fianl de semana pra ti.

T@CITO/XANADU disse...

Desperta!
Não aceite rodeios
Deve exaurir-se por si
Após cumprir seu destino
Para um doce e suave renascer...

É a saudade, poetisa.
Posso percebê-la em seus olhos.

Beijos
Tácito

André disse...

Boa tarde, Anna.
Muito prazer em conhecê-la e lhe agradeço a sua visita e as gentis palavras que teve para com meu singelo poemeto. Descobrindo teu belo blog e seus textos com admiração. Um texto muito intenso esse teu, uma declaração apaixonada e muito poética. Parabéns, poetisa.

Dê-me sempre o prazer de tua visita. Um grande abraço, bom fim de semana.

André

José Vitor disse...

Ana! encantou-me os teus versos; farei neles um caminho de leitura, um trilho onde passarei para me preencher de poesias,
obrigada amiga
beijos!...

Jacque disse...

Obrigada pelo comentário, Anna...
Boa semana

Jacque

Vozes de Minha Alma disse...

Olá.
Lindíssimo e tocante poema, que adentra ao coração de quem o lê.
Um abraço fraterno amiga Anna, obrigado pela visita.

Joakim Antonio disse...

Isso torna o amanhecer pura poesia.

Que sua semana seja cheia de paz e luz.

Beijos

iglesiasoviedo disse...

Precioso poema un poco triste pero lleno de amor, el motor del mundo ideal.
Gracias por tu visita y amable comentario.

Amapola disse...

Boa tarde, amiga Anna.

Muito obrigada pela honra da sua visita e pelo comentário muito gentil.

Sobre seu blog: Adorei!! Lindo, todo o texto do seu perfil.

O poema "És vida ao amanhecer" é maravilhoso. Parabéns.

Desejo-lhe muitas felicidades. Que Deus a ilumine hoje e sempre.

Um grande abraço.

A.S. disse...

Anna,


HÁ apenas um silêncio longínquo...
Talvez fosse um olhar pousado
num recanto teu que ainda não fora visitado…
Ou então as saudades, tenham
acendido outra luz dentro de ti...

Beijos!
AL

Dayse Sene disse...

O amor é tão sublime. Que mesmo esperando por ele e ele não vem, Mesmo quando nos tira nosso sono...ainda assim, somos capazes de desenhar em versos a nossa dor.
Mas se no outro dia ele chega...vão-se as decepções, dando lugar a magia de recomeçar de novo as nossas ilusões.
Bom sempre falar sobre o amor.
Ele nos fortalece.
Um abraço minha querida,
parabéns pelos seus posts.