Páginas

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Insônia

Noite insone que se arrasta
Pensamentos desordenados
Escuros e nublados
Prenúncio de tempestade?
Sem sono nem alegria...
Sem motivo aparente
Nada me deixa contente
Virando-me na cama
Um mar de melancolia
Não consegui gritar
Nem devia
Não consegui chorar
Não queria
Como sou emotiva
E por vezes impulsiva
Deu-me uma vontade imensa de beber
Mas... embrigar-me para quê?
Isso não vai apagar o que sinto
Com qualquer coisa me ressinto
De novo me recalquei
Quieta e muda fiquei
Aqui... Num canto de solidão
Tentando controlar o medo
Que invadiu-me tão cedo
E me aperta o coração...
Ah! Agora sei porque estou assim
Você está longe de mim
E o medo de te perder
Me assusta muito, sim
Então peço, volte correndo
Antes que eu acabe morrendo
De saudade de você...
(by Anna Lúcia)

22 comentários:

Jacque disse...

Eu estou oferecendo meu cartãozinho de Natal, no meu Blog AGUA DE ROSAS, apareça...
http://aguaderosas-jacque.blogspot.com/

José Vitor disse...

Noites insone são como eiras que nos agarram como trepadeiras, nos apertam, tira-nos a coberta até que a nós desperta, na agonia acordamos no grito do que clamamos, saudade!...

Anna meus parabéns, é delicioso ler as tuas poesias.

beijos

Lala disse...

Adorei seu post, a descrição do perfil, seu blog, tudo. Achei tudo aqui super original. Gostaria que aceitasse meu award e o selinho mulher de topo. Desejo lhe visitar sempre. Beijos

Flor da Vida disse...

Amiga, seus versos me veste... Belo e profundo poema! Aplausos!!! Carinhos pra ti... Bjsss

Anônimo disse...

Que poetiza maravilhosa vc é! bjs

Daniel disse...

Anna, não há proque se desculpar de sua ausência, sempre que puder apareça. E obrigado pelo comentário sobre a música de minha banda DESUIT chamada Blecaute.

Quanto a sua postagem, diria que há momentos que, por mais que procuremos algo para tapar o buraco em nosso peito, nunca achamos um consolo. Parece que é proposital. Pois é nesse momento que eu acredito que crescemos como ser humano.

Beijos

Rosemildo Sales Furtado disse...

Olá Anna! Fiquei muito feliz com a tua visita, o teu comentário e, principalmente, por teres te tornado seguidora do nosso humilde espaço. Isso somente aumenta a minha responsabilidade de melhorar tudo aquilo que crio e escrevo. Espero que voltes mais vezes, pois será sempre um prazer renovado. Eu, particularmente, aqui voltarei mais vezes, pois além de teres um espaço muito interessante e bastante aconchegante, tomei a liberdade de me tornar teu seguidor, isso, até quando permitires, é claro.

Quanto ao teu post, lindo poema. Quando a insônia começa a nos visitar, necessário se faz nos permitir alguns momentos de reflexão, saber se realmente o que sentimos propicia dá razão às suas visitas. Rsrs.

Beijos e ótimo complemento de semana pra ti e para os teus.

Furtado.

Mario Neves disse...

Ah! Como são tristes as madrugadas para quem ama em silêncio ou sozinho.Durante o dia a gente se distrai, fala com um amigo admira uma flor, vê a vida passar pelo vitral da janela e escurecer rapidamente. Mas as madrugadas são diferentes porque o amor transvertido em insônia não deixa as horas passarem e a solidão dói. Mas quem é realmente um amante e não apenas um aventureiro, mesmo não correspondido compreende tudo até mesmo na dor. Sabe que fez o possível, não mediu esforços e vai sabendo que amor é bom, amar é querer bem e não pode ser mau. Apesar de tudo leva ainda o sorriso e vai pela vida amando a imagem doce de um amor. O amor verdadeiro não morre, ocorre que a vida e dinâmica e eis que surge um novo encantamento e cobre o anterior mais não o mata. É perda de tempo querer entender o amor, portanto apenas o sinta, o viva, o usufrua, se não for aceito não procure explicações, o amor é um mistério, talvez um dos poucos jamais revelado. Saudações Poéticas – Mario Neves

don vito andolina disse...

Hola guapa,un placer regresar a tú casa, un lujo perderse en tus letras,gracias por tu amabilidad, buena tarde,besos.

Ao toque do Amor disse...

Oi,Anna...voce tem o nome da minha mãe, igualzinho com dois nn.legal!!!
agradeço sua visita e por seguir o toque tb.
Fiz um cartão de agradecimento e o cartão de seguidora.
No lado esquerdo tem cartões, te ofereço todos eles com muito carinho
san

lucidreira disse...

Ah, como queria poetizar (escrever poemas) como você, és de uma ternura e verdade incrível, pois eu sofro desse mal, a INSÔNIA.
Obrigado pela visita e comentário.
Abraço

Sonhadora disse...

Minha querida

Um poema lindo e cheio de ternura, adorei.

deixo um beijinho com carinho
Sonhadora

Anônimo disse...

Mas que cantinho mais lindo este aqui o seu Ana!!!.. Parabéns!!!

Uma beijoka em seu coração...
*verinha*

Anônimo disse...

Olá amiga Anna!

É difícil viver longe de quem se ama.
Espero que ele volte rapidamente para si.

Beijinhos e obrigada por ter chegado até mim.

Amapola disse...

Bravo!! Que maravilha de poema, menina... Amei!

À cada palavra, eu me emocionava mais e mais...
Parabéns!

Um grande abraço.

Zélia Gadelha disse...

Vim agradecer a visita e já fiquei... O seu bloge é um encanto muito rico em emoção! Voltarei sempre! ótimo fds pra você! Bjusss

NADJA disse...

Oie doladinha passando ligeirinho para te desejar um Feliz Natal..para vc e familia!!!!
Pois essa ultima semana promete kkkkk ..muitas coisas ainda para fazer... e comprar ufa kkkkk
Mensagem para vc !!!
Que o seu Natal seja cheio de paz e harmonia
em companhia dos amigos e da família.
Que a passagem deste ano renove
e revigore em todos nós a esperança de saúde,
prosperidade, bem estar e felicidade.
Te dolu!!!
Boas Festas Nadjinha e familia!!!
(((QUERIDA TÁ TUDO MUITO SHOW ..É VERDADE DEVE SER MUITO TRISTE INSONIA ..E PENSAR NO AMOR QUE TÁ LONGE DA GENTE HUMMMM BUÁAAA SE CUIDA TÁ !!!

*Simone Fernandes* disse...

Oi Anna, que linda poesia. Às vezes nos sentimos assim... com insônia, rolando pela cama, sem saber ao certo o por quê? Adorei!

Vim também te desejar um Feliz Natal cheio de Paz, Amor, Saúde, Fé... Que tudo se realize, que Deus continue te abençoando e iluminando seus caminhos. Tem um humilde selo de natal pra vc no meu blog, se quiser, pode pegar.

Bjossss,


*Simone*

Ps: Eu adorei a "Carta de Seth - do filme Cidade dos Anjos" vc me permite copiá-lo e postar no meu blog?

Isabel disse...

Minha querida amiga ... ao mesmo tempo que é um prazer ler vc é tb triste , mas poemas são mais belos se forem tristes.. não seriam poemas de uma poestisa se não falassem do amor, amor que dói que faz falta, que faz perder o ar e as noites de sono, ah!!Como conheço esse sentimento.
Meu beijo... ta lindo teu espaço amu vc!!

AC disse...

O canto da saudade toca sempre fundo...

Beijo :)

evanirgarcia disse...

Natal quer dizer
um espírito de amor,
um tempo quando o amor
de Deus e o amor dos seres
humanos deveriam prevalecer
acima de todo o ódio e amargura,
um tempo em que nossos pensamentos,
ações, e o espírito de
nossas vidas manifestam
a presença de Deus.
Meu agradecimento
Pela sua linda amizade.
Beijos ternos e carinhosos,
Evanir.

Viviane da silva disse...

uau!!!